Nunca é demais lembrar, seja aos produtores ou consumidores, que os animais são seres sencientes, e com os animais de produção não poderia ser diferente. Assim, no Dia Mundial dos Animais é importante dizer que, se eles têm sentimentos, é necessário oferecer uma vida digna e um tratamento respeitoso a quem nos fornece leite, ovos e carne. 

O Dia Mundial dos Animais é celebrado em 04 de outubro em homenagem a São Francisco de Assis, o padroeiro dos animais na Igreja Católica. A data foi escolhida no Congresso de Proteção Animal, realizado na Áustria em 1930. Assim como ele, nós também devemos fazer a nossa parte para acolher os animais e cuidar de seu bem-estar. 

A data nos lembra que eles também possuem direitos, os quais estão registrados na Declaração Universal dos Direitos dos Animais, elaborada pela Unesco em 1978. Um desses direitos é justamente o de existir e ser respeitado! 

Dizer não ao sofrimento dos animais de produção e, mais do que praticar, mas também incentivar o consumo consciente já é um grande passo para zelar pelo bem-estar dos animais. 


Atualmente existem mais de 70 bilhões de animais de produção no mundo, mas apenas 33% deles vivem em sistemas que priorizam o bem-estar. Destes, cerca de 220 milhões conseguiram ter uma vida com condições dignas garantidas pela Certified Humane somente no ano de 2019. 

O selo de bem-estar animal da HFAC já está presente em 250 empresas em vários países, como EUA, Canadá, Brasil, Peru, Chile, Cingapura, Índia e Austrália, tendo certificado mais de 6500 fazendas e granjas. 

O número já é expressivo e tem potencial para crescer ainda mais para oferecer dignidade a cada vez mais animais de produção e criação. Para isso, o papel do consumidor também é fundamental, pois é ele quem pode pressionar os produtores e as indústrias a tratar os animais com respeito, e assim, oferecer um alimento de melhor qualidade e mais saudável. 

Faça a sua parte e consuma alimentos que contenham o selo de bem-estar animal Certified Humane. Veja onde comprá-los próximo da sua casa.

 

Faça seu comentário