Conheça as melhores dicas para a alimentação das galinhas poedeiras

Fornecer uma alimentação adequada para as galinhas poedeiras é determinante para que as aves desempenhem sua melhor capacidade produtiva e gerem ovos de alta qualidade.

Aliada a outras boas práticas de criação e manejo, uma alimentação apropriada promove o bem-estar das aves o que reflete até nos lucros do negócio.

O livro “Formulação de Rações para Galinhas Poedeiras Convencionais e Caipiras” publicado em 2019, aborda que 70% dos custos na produção destinem-se à alimentação das aves. 

Continue a leitura para conhecer as melhores dicas para a alimentação de galinhas poedeiras.

Importância de uma dieta nutritiva e balanceada

A alimentação das galinhas poedeiras é ponto-chave para uma produção de sucesso. É ela que vai impactar na produtividade e na qualidade do produto final. Por isso, traçar uma dieta nutritiva e balanceada e que atende as variadas fases produtivas das aves, desde o início da recria até o final do ciclo produtivo, é fundamental.

Contar com o apoio de um profissional médico veterinário ou zootecnista com um bom conhecimento de nutrição de galinhas poedeiras criadas em sistemas alternativos é indispensável para planejar como as galinhas poedeiras devem ser alimentadas de maneira adequada – isso porque sua alimentação é dividida, de acordo o estado fisiológico, em três etapas distintas:

1ª Etapa: Fase Inicial → Para que desenvolvam seus corpos e tenham uma fase adulta produtiva, as galinhas poedeiras jovens devem ser alimentadas com fartura;

2ª Etapa: Fase de Recria → Nesta fase é preciso balancear a alimentação das aves para que elas não engordem demais e não tenham a vida produtiva prejudicada;

3ª Etapa: Fase de Produção → Durante a fase de produção também é preciso fornecer proporções adequadas de nutrientes importantes como proteína, fósforo e cálcio.

Dicas para uma melhor alimentação para suas galinhas criadas em sistema alternativo

Em média, cada galinha poedeira no sistema cage free ou caipira consome entre 120 a 125 gramas de ração todos os dias

Para que se mantenham saudáveis, bem-nutridas e produzam os melhores ovos, esta ração não deve conter ingredientes provenientes de mamíferos ou de outras aves e também deve ser livre de antibióticos com fins preventivos de doenças e nem de melhoradores de desempenho.

Confira abaixo as melhores dicas para a alimentação das galinhas poedeiras:

● Galinhas poedeiras criadas no sistema cage-free podem complementar a própria alimentação com insetos e sementes que encontram pelo piquete – o que deixa os ovos mais saborosos;

● Assegure-se de que há comedouros e bebedouros suficientes para comportar todas as aves ao mesmo tempo e evitar competições e disputas;

Em matéria de cálcio, as galinhas poedeiras precisam de 2,5% a 3,5% na ração;

Evite fornecer muito milho às galinhas poedeiras, uma vez que o grão é hipercalórico, engorda as aves e pode prejudicar a produtividade de ovos;

● Você pode complementar a alimentação das galinhas poedeiras com alimentos alternativos mais econômicos e nutritivos como, por exemplo, mandioca e moringa.

Galinhas saudáveis geram melhores ovos

A lógica é bem simples: quanto mais saudáveis forem os hábitos das galinhas poedeiras, mais produtivas elas serão e melhores ovos elas irão gerar

Não é à toa que o modelo de criação cage-free seja cada vez mais usual – ele permite à galinha ciscar, empoleirar-se e exercer o comportamento natural da espécie. 

Com a alimentação complementada por insetos e outros alimentos naturais que as próprias aves encontram quando estão livres de gaiolas, o modelo cage-free também reduz a quantidade de ração e de proteína que precisam ser fornecidas

Uma alimentação rica e completa também protege as galinhas poedeiras contra doenças e pragas.

→ Baixe agora mesmo o Guia Digital Para Criação de Galinhas Poedeiras

Faça seu comentário

2022-01-11T10:25:40-03:0011/01/22|Galinhas Poedeiras|

Comente