A procura por produtos certificados para o bem-estar animal é uma tendência que veio para ficar e essa deve ser uma prioridade para os criadores que querem se manter relevantes no mercado. Com o intuito de ajudar as produções a se adequarem às melhores práticas de trabalho, ao longo do ano a Certified Humane oferecerá o curso de bem-estar animal em diversos estados brasileiros e no Chile voltados ao tema para galinhas poedeiras, frangos de corte e bovinos de leite.

O objetivo principal da ação é mostrar para os participantes como fazer o manejo da produção conforme os critérios de bem-estar animal exigidos para a obtenção do selo emitido pela Certified Humane, programa de certificação mais respeitado do mundo para a produção humanizada de produtos de origem animal.

Os workshops são dedicados especialmente para profissionais do setor, como veterinários, produtores ou comercializadores de ovos, mas se houver interesse o consumidor final também pode assisti-lo. E para mostrar a importância de participar do curso para quem quer avançar no segmento, listamos os oito principais motivos para fazê-lo, confira:

  1. Oportunidade de conhecer as diretrizes de bem-estar animal: saiba quais os critérios exigidos aos criadores de galinhas poedeiras, frangos de corte e vacas leiteiras para obtenção do selo Certified Humane. Cursos para o manejo de outras espécies serão oferecidos futuramente.
  2. Entender quais são as exigências da produção com bem-estar animal e como cumpri-las: serão abordadas, por exemplo, as regras para a criação de aves de postura nos sistemas ‘cage free’ e ‘caipira’ – de acordo com o referencial da Humane Farm Animal Care (HFAC), que inclui os requisitos determinados pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) para a produção de ovos caipira.
  3. Acesso a conteúdo exclusivo: os materiais serão disponibilizados pela certificadora de bem-estar animal de maior alcance e credibilidade no mundo. O selo Certified Humane é a principal referência para a indústria de ovos em diversos países e está presente em 17 países, entre eles Estados Unidos, em toda América Latina e na Ásia.
  4. Contato direto com especialistas em avicultura, bovinocultura e bem-estar animal: as aulas relacionadas sobre a produção de galinhas poedeiras e frangos de corte serão ministradas pela inspetora do programa Certified Humane para granjas certificadas no Brasil, Juliana da Silva Pereira. Já o curso voltado para bovinos de leite será ministrado pela professora Dra. Rosângela Poletto Cattani, membro do Comitê Científico da Certified Humane Brasil.
  5. Capacitação e especialização: perspectiva de tornar-se um profissional especializado em sua área de atuação, garantindo as melhores práticas de mercado, gerando maior valor agregado aos produtos e promovendo qualidade de vida para os animais de produção. Além dos produtores, fornecedores ou técnicos em bem-estar também podem participar para conhecer melhor o tema e transmitir o conteúdo aos seus clientes e parceiros.
  6. Conexão com outros produtores e cases de sucesso: apresentação de inúmeros exemplos práticos sobre os desafios e melhores ações ao longo de toda a cadeia de produção, incluindo alimentação e água, manejo, ambiente, gestão, saúde, transporte e rastreabilidade.
  7. Potencial de novos negócios: o consumidor está mais atento aos produtos que respeitam a causa animal e começa a encontrar alternativas à disposição de compras. No entanto, grande parte das empresas que buscam a certificação focam apenas no seu cliente doméstico. Poucas exploram a exportação nos mercados mais exigentes, como os Estados Unidos, e esta pode ser uma grande chance de negócio. Outro ponto importante é que empresas processadoras de alimentos também podem obter o selo, desde que comprem a matéria-prima de origem animal de produtores certificados.
  8. Garantia de produção saudável: ao passar pelo curso, o produtor terá mais respaldo para a tomada de decisões assertivas em prol do bem-estar animal e da qualidade de produção. Assim, será possível melhorar os processos de criação de animais como os suínos e as galinhas poedeiras, que costumam ser enjaulados no período de produtividade.

Acompanhe o calendário dos cursos

Cerca de 200 alunos já passaram pelos cursos Certified Humane somente em 2019. Neste ano, estão planejadas ações de março a novembro em oito estados brasileiros e, em Santiago, no Chile, no mês de abril. O primeiro curso de 2020 será sobre as galinhas poedeiras (cage free e caipira) e acontece em Bento Gonçalves (RS), no dia 11 de março (saiba mais). 

Se você estiver interessado em organizar um curso de bem-estar animal na sua cidade, faça contato conosco. Com mais de 20 pessoas inscritas, podemos providenciar a instrução e fomentar ainda mais a atividade. Confira abaixo a agenda de cursos para 2020:

Quando? Onde? (cidade, estado, local) Curso? Inscrições?
11/03 Bento Gonçalves (RS), Hotel Dall Onder Galinhas poedeiras Inscrições encerradas
13/03 Curitiba (PR), Tecpar Galinhas poedeiras Inscrições encerradas
“adiado em função do coronavírus
Santiago, Chile Galinhas poedeiras
“adiado em função do coronavírus
São Paulo (SP), Espaço Fit Eventos Galinhas poedeiras Em breve. Clique para ser avisado
“adiado em função do coronavírus
São Paulo (SP), Espaço Fit Eventos Frangos de corte Em breve. Clique para ser avisado
08/06 Rio de Janeiro (RJ), Novohotel Santos Dummont Galinhas poedeiras Em breve. Clique para ser avisado
10/06 Santa Maria de Jetibá (ES), Churrascaria Makeski Galinhas poedeiras Em breve. Clique para ser avisado
10/08 Uberlândia (MG), Hotel Executive Inn Galinhas poedeiras Em breve. Clique para ser avisado
12/08 Goiânia (GO), Oitis Hotel Galinhas poedeiras Em breve. Clique para ser avisado
30/10 Belo Horizonte (MG), Hotel Royal Boutique Savassi Galinhas poedeiras Em breve. Clique para ser avisado
31/10 Belo Horizonte (MG), Hotel Royal Boutique Savassi Vacas leiteiras Em breve. Clique para ser avisado
Novembro Salvador (BA), Sotero Hotel Galinhas poedeiras Em breve. Clique para ser avisado
Novembro Petrolina (PE), local a confirmar Galinhas poedeiras Em breve. Clique para ser avisado

Faça seu comentário