Cage-free: produção de galinhas criadas sem gaiolas respeita o bem-estar animal

Dar condições para que as galinhas possam viver sem gaiolas, livres para ciscar, se alimentar e exercer o comportamento natural, é uma realidade cada vez mais presente na América Latina e no mundo.

Esse é o cage-free, sistema de criação que não só dispensa e abomina qualquer tipo de confinamento em gaiolas como respeita os princípios do bem-estar animal. Além de agir naturalmente, no modelo cage-free as galinhas poedeiras adquirem mais saúde e geram ovos mais saudáveis.

Naturalmente que, para manter as galinhas secas e protegidas de predadores e do clima adverso, também é preciso disponibilizar alojamentos que comportem toda a criação. São cuidados como esse, previstos nas normas de certificação de bem-estar animal do Instituto Certified Humane, que garantem conforto às aves.

Surgido há cerca de dez anos na nossa região e hoje predominante na Europa, na Austrália e em grande parte dos Estados Unidos, o sistema cage-free representa uma verdadeira revolução na indústria de ovos. O bem-estar animal deixou de ser somente uma tendência – é uma exigência do consumidor mundial.

Diferença entre Cage-free e criação tradicional

Com uma visão arcaica de produção em massa a qualquer preço, os métodos tradicionais para criação de galinhas poedeiras não respeitam o bem-estar das aves.

Na criação convencional, as galinhas permanecem presas em gaiolas coletivas sem qualquer espaço para caminhar ou se alimentar livremente – ambiente que estimula a competitividade e um comportamento agressivo entre as aves. Para evitar qualquer situação adversa, os bicos das aves são cortados e cauterizados através da debicagem.

No sistema cage-free as galinhas ficam livres para circular, têm acesso a água e comida e não precisam competir indevidamente. Assim, a debicagem severa não é permitida – somente o aparo de bico em até 10 dias de idade, como medida preventiva de acordo com as normas de bem-estar animal.

Um método de criação ético e natural que, segundo cientistas, gera ovos muito mais seguros e nutritivos. Em comparação com os ovos tradicionais, os ovos cage-free possuem:

  • Duas vezes mais vitamina E, 38% a mais de vitamina A e maior teor de vitamina D;
  • Duas vezes mais Ômega 3;
  • Mais resistência à penetração da Salmonella;
  • 15% a mais de energia vital.

Galinhas criadas sem gaiolas são o futuro

bem-estar animal: cage freeA indústria de alimentos como um todo já sabe que o sistema cage-free representa o futuro da produção de ovos e todas as grandes marcas, nacionais e internacionais, estão se mobilizando para adaptarem-se o quanto antes ao novo modelo.

Nos Estados Unidos, gigantes como Dunkin’ Donuts e Arby’s anunciaram que irão utilizar apenas ovos de galinhas criadas livres de gaiolas. No mundo, dez das 25 maiores redes de fast-food também comprometeram-se com o sistema cage-free.

As marcas latinas perceberam que não podem ficar atrás e seguem o mesmo caminho. Em um movimento que pode beneficiar 5,7 milhões de galinhas por ano no Brasil, a empresa GPA (proprietário do Pão de Açúcar, Extra e outras redes) anunciou que, até 2028, todas as suas bandeiras venderão exclusivamente ovos cage-free.

Com isso, a empresa GPA une-se a outros gigantes do mercado regional que já haviam anunciado a venda exclusiva de ovos livres de gaiola em suas lojas – como os grupos Carrefour e Wallmart.

Mudanças no mercado

Todos estes anúncios recentes de empresas do ramo alimentício firmando compromisso com o sistema cage-free é um reflexo da revolução na indústria de ovos – uma revolução conduzida pelas novas exigências do consumidor.

Mesmo tradicionais marcas de fast-food norte-americanas estão aderindo ao sistema de criação cage-free: KFC, Pizza Hut, Taco Bell, entre outras.

Com esta visão clara do mercado, é uma ótima oportunidade para as empresas brasileiras que ainda não estão comprometidas com o cage-free anteciparem-se e adaptarem-se ao modelo que em breve se tornará predominante também por aqui.

 


agenda 2020 de cursos de bem-estar animal

Faça seu comentário

2021-10-06T10:45:26-03:0028/02/18|Galinhas Poedeiras|

Comentários

  1. Hamiris 05/03/2018 at 12:26 - Reply

    No caso da produção de ovos, nesse sistema cage-free ainda se pratica a debicagem?

    • Infomidia Com 21/05/2019 at 17:48 - Reply

      Olá, a debicagem severa não pode ser feita, mas é permitido o aparo de bico em até 10 dias de idade, como medida preventiva. Essas informações detalhadas você pode encontrar nas normas que estão no nosso site (https://materiais.certifiedhumanebrasil.org/normas-especie-galinhas-poedeiras). Nesta página você pode baixar as regras e ali há todas as informações técnicas necessárias. Agradecemos o contato.

  2. […] producción de huevos cage free está sustituyendo el modelo tradicional, que utiliza el confinamiento de las gallinas. El cambio en el comportamiento del consumidor, que […]

  3. otto junqueira 30/01/2019 at 15:21 - Reply

    A galinhas criadas no sistema cage-free são de ovos vermelhos, portanto, aves mais dóceis que as brancas que ainda são criadas em gaiolas. Portanto, não há necessidade de processar a debicagem.

  4. silvio rogerio camargo 14/05/2019 at 19:54 - Reply

    respeitando-se a área de caada ave e misturando as brancas com as vermelhas não há necessidade de debicar ave nenhuma. a debicagem so ocorre devido a alta densidade e alteração de calor e ar entre as aves (ficam muito apertadas), se vai ou não preencher a demanda de ovos no futuro acredito que com a diminuição de grandes criadores em granjas de gaiolas estes serão gradativamente substituidos por mais criadores de aves de chão já que é um grande negócio criar aves de postura

  5. Heder Timoteo 31/08/2019 at 21:38 - Reply

    No caso do aparo do bico, pode ser feito diretamente no fornecedor com infravermelho?

    • Infomidia Com 03/09/2019 at 11:33 - Reply

      Sim, pode ser feito desta maneira, respeitando o que determina o item H6 da norma.

  6. Jeane Mara Ribeiro de Queiroz 28/02/2020 at 15:32 - Reply

    Estos com dúvidas a respeito de cerca elétrica, pode ser usado neste sistema? Será usada entre os piquetes para divisão.
    Grata

Comente