A pandemia de Covid-19 segue gerando mudanças econômicas, sanitárias e também no modo de vida da população em geral. Na indústria de produção de proteína animal essa realidade não é diferente. Para mitigar os impactos no setor, um grupo de especialistas – incluindo integrantes do comitê técnico da Certified Humane – lançou um manual com medidas e procedimentos de biossegurança em frigoríficos para prevenção ao contágio e propagação da Covid-19. O segmento é um dos mais afetados entre os meios de produção animal.

Acesse o material completo 

Com a disseminação do novo coronavírus nos últimos meses, em alguns casos, houve a interrupção parcial ou total da cadeia produtiva. Um exemplo marcante é o que ocorreu nos Estados Unidos, no qual um surto da doença entre os colaboradores dos frigoríficos resultou no sacrifício de milhares de animais, como medida de precaução emergencial por não haver escoamento da produção na cadeia produtiva. 

Segundo os pesquisadores, essas ações impactam negativamente o meio ambiente, a renda e o bem-estar único do produtor rural, bem como o bem-estar animal. Nesses casos, o consumidor também poderia ser afetado pela possibilidade de desabastecimento de alimentos de origem animal, o que compromete a sua segurança alimentar e nutricional.

Intitulado “Procedimentos de biossegurança para prevenção ao contágio e propagação da Covid-19 para colaboradores de frigoríficos”, o manual técnico e operacional visa salvaguardar, principalmente, a saúde e a segurança dos trabalhadores desses locais, responsáveis por liderar todas as etapas de produção de proteína animal.

Conheça também o manual técnico de bem-estar na produção de suínos

O conteúdo foi elaborado com a colaboração entre profissionais, professores e pesquisadores de diversas entidades, dentre eles dois membros do Comitê Científico da Certified Humane Brasil: Adroaldo José Zanella, PhD e professor da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia da Universidade de São Paulo; e Rosangela Poletto Cattani, DVM, PhD – Professora do Instituto Federal do Rio Grande do Sul.

Também participaram da criação do material profissionais da Universidade de Passo Fundo e da Superintendência Federal de Agricultura, Pecuária e Abastecimento em São Paulo, por meio da Comissão de Educação Sanitária (CES/SFA-SP) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). 

 

Material rico de biossegurança em frigoríficos

Além de estar disponível em forma de e-book, o manual técnico de biossegurança em frigoríficos foi gravado em uma série de 16 podcasts dedicados a orientar a comunidade que trabalha na produção de proteína animal com normas para serem implementadas na rotina de trabalho visando à prevenção da Covid-19. Confira todos os podcasts aqui.

O manual técnico e operacional é composto por sete grandes eixos, que são: 

1- Abordagem da biossegurança na rotina diária de trabalho;

2- Rotina frigorífica e aspectos legais;

3- Proposta de estratégias para prevenção da Covid-19 em frigoríficos;

4- Recomendações quanto ao uso das máscaras de tecido;

5- Gerenciamento de crises na organização;

6- Podcasts para divulgação no frigorífico;

7- O cuidado com a desinformação e as “fake news” em tempo de pandemia;

Para conferir na íntegra o manual técnico “Procedimentos de biossegurança para prevenção ao contágio e propagação da Covid-19 para colaboradores de frigoríficos”, clique aqui (material disponível em português).

 

Faça seu comentário